Existe reação da vacina 2 meses?

Vacinar o bebê de acordo com o calendário de vacinas obrigatório é essencial para prevenir a criança não desenvolver doenças.

Entre nas medicações obrigatórias, está a vacina 2 meses, que como o próprio nome diz, é aplicada nos dois meses de vida.

Entre os médicos, a vacina é conhecida como Pentavalente brasileira.

O que vou aprender sobre vacina 2 meses

  • O que a vacina 2 meses previne
  • Reações
  • Doses necessárias
  • Onde encontrar

O que a vacina 2 meses previne

A pentavalente brasileira é um mix de várias vacinas, que tem como objetivo diminuir o número de injeções aplicada nos primeiros meses de vida. A vacina 2 meses previne doenças como:
– Hepatite B, que é uma inflamação no fígado causada pelo vírus de mesmo nome.
– Pneumonia, otite e meningite
– Coqueluche: doença contagiosa por via respiratória que invade o sistema respiratório. Afeta principalmente bebês
-Tétano, que pode acontecer durante o corte do cordão umbilical ou por contato com áreas infectadas.
– Difteria: bactéria transmitida pelo sistema respiratório e contato físico. Compromete amígdalas, laringe, faringe, nariz e pele.

Reações

Como qualquer outra vacina, a Pentavalente brasileira pode ocasionar alguns sintomas após a injeção. Entre eles, pode ser notado na região onde a injeção foi aplicada um leve inchaço, aumento da sensibilidade no local, febre temporária, irritabilidade na criança e choro agudo.

Esses sintomas geralmente passam depois de alguns dias após a aplicação. Caso apareça qualquer sintoma fora dos citados, é importante visitar um médico ou o posto de saúde onde a criança foi vacinada.

Doses necessárias

A vacina 2 meses é aplicada por via intramuscular, ou seja, por meio de injeção. Geralmente é aplicada na coxa ou no glúteo da criança. A aplicação ocorre por meio de três doses, tendo um intervalo mínimo de trinta dias e o máximo de sessenta dias.

Já o reforço ocorre quando a criança atingir os quinze meses de vida. O segundo reforço acontece aos quatro anos. Nos postos de saúde particulares ou públicos, o reforço também é conhecido como vacina DTP (que protege contra difteria, tétano e coqueluche).

Durante esse período, o Ministério da Saúde indica mais algumas vacinas: contra o rotavírus e contra a pólio.

Uma vacina é uma preparação biológica que fornece imunidade adquirida ativa para uma doença particular. Uma vacina tipicamente contém um agente que se assemelha a um microrganismo causador de doenças e é muitas vezes feito de formas enfraquecidas ou mortas do micróbio, das suas toxinas ou de uma das suas proteínas de superfície. Ver definição no Wikipédia

 

Contraindicações

Profissionais da saúde não indicam a vacina para bebês que apresentem qualquer tipo alergia ou hipersensibilidade por algum composto presente no medicamento.

É possível identificar essa alergia através da aplicação da primeira dose, onde o paciente apresenta febre elevada nas primeiras 48 horas após a vacina, estado de choque, mal funcionamento no cérebro ou colapso no sistema circulatório.

A aplicação também deve seguir a idade mínima indicada pelo Ministério da saúde, já que não existem estudos que comprovem a segurança da aplicação antes da faixa etária estipulada.

Apesar de existirem algumas reações, os benefícios da vacina 2 meses são benéficos.

Afinal, ela protege contra doenças que mais levam recém-nascidos à óbito no mundo.

O Ministério da Saúde indica a Pentavalente brasileira após comprovar cientificamente que a vacina é benéfica e contribui para a saúde da criança.

Preencha o Formulário de Contato ao lado ou abaixo e fale com nossa equipe para agendar o seu horário, ou se preferir, Clique Aqui e Converse Conosco no nosso WhatsApp (41) 98855-7307.

(202 -, 1)