O que é a Vacina contra Meningocócica conjugada ACWY

No Brasil, a doença meningocócica atinge em torno de 20.000 mil pessoas por ano, sendo caracterizada com um problema de saúde pública mundial, já que é facilmente contagiosa

Principalmente por crianças e bebês. A doença é causada pela bactéria Neisseria meningitidis causando 5 variações da doença, sendo elas: A, B, C, Y e W-135.

O-que-é-a-Vacina-contra-Meningocócica-conjugada-ACWY

A vacina conjugada ACWY, é um mixer de vacinas, que leva ao organismo a produção de anticorpos contra as 5 variações da doença.

Se você está em busca de informações sobre essa vacina, você chegou até o local certo!

Traremos neste artigo, informações úteis para você!
O que vou saber sobre a Vacina Meningocócica conjugada ACWY:

  • Como ocorre a transmissão das meningites bacterianas?
  • Quem deve se vacinar?
  • Para quem essa vacina não é recomendada?
  • Quando e quantas dose devo tomar?
  • Vacina contra Meningocócica
  • Quais são os efeitos secundários causados pela vacina?

Como ocorre a transmissão das meningites bacterianas?

A transmissão mais comum, apesar de variar de pessoa para pessoa, é por meio de gotículas de saliva e pelas vias respiratórias.

Os adultos podem ter a bactéria na garganta e transmiti-la sem que a doença se manifeste.

Por isso, o ideal que todos que se mantenham em contato mais próximos da criança sejam vacinados e que se evite estar com a criança ambientes fechados com muitas pessoas.

Quem deve se vacinar?

Principalmente bebês e crianças, porém há diferentes vacinas para certos tipos de idades. Uma licenciada a partir de 1 ano de idade e outra a partir de 2 meses de idade. Mas a recomendação fixa é dos seguintes grupos:

– Bebês com menos de um ano de idade
– Adolescentes e adultos jovens de 16 a 23 anos de idade
– Pessoas com certos problemas de saúde que afetam o sistema imunológico
– Pessoas que estejam em risco devido a um surto na comunidade
– Para viajantes com destino às regiões onde há risco aumentado da doença.

Uma vacina é uma preparação biológica que fornece imunidade adquirida ativa para uma doença particular. Uma vacina tipicamente contém um agente que se assemelha a um microrganismo causador de doenças e é muitas vezes feito de formas enfraquecidas ou mortas do micróbio, das suas toxinas ou de uma das suas proteínas de superfície. O agente estimula o sistema imunológico do corpo para reconhecê-lo como uma ameaça, destruí-lo e a manter um registro dele para que o sistema imunológico possa mais facilmente reconhecer e destruir qualquer um desses microrganismos que mais tarde encontre. Ver definição no Wikipédia
Para quem essa vacina não é recomendada?

Não é indicado a aplicação em indivíduos que tenham qualquer tipo de alergia aos componentes da vacina.

Também é preferível a não aplicação em pessoas que estejam com febre aguda. A presença de uma infecção menor não é uma contraindicação.

Quando e quantas dose devo tomar?

É recomendado a utilização do seguinte esquema de doses:

– Três doses no primeiro ano de vida (aos 3, 5 e 7 meses de idade), com doses de reforço entre 12-15 meses e aos 5 e 11 anos.
– Para adolescentes: duas doses com intervalo de 5 anos.
– Para adultos: dose única, mas outras doses de reforço poderão ser recomendadas a critério médico, a partir da análise de risco (epidemias, surtos etc.).

Quais são os efeitos secundários causados pela vacina?

Alguns efeitos adversos podem ser encontrados após a aplicação da vacina, tais como: febre, irritabilidade e dor, sensibilidade, vermelhidão e inchaço no local da injeção.

Mas no geral, os sintomas são suaves e não se prolongam por muito tempo.
Preencha o Formulário de Contato ao lado ou abaixo e fale com nossa equipe para agendar o seu horário, ou se preferir, Clique Aqui e Converse Conosco no nosso WhatsApp (41) 98855-7307.

(127 -, 1)