Vacina contra o Sarampo tudo que você precisa saber

Na Europa o número de infetados chegou aos 21 mil afetados no último ano, realidade que se revela contraditória face às constantes descobertas na área da saúde.

A melhor forma de prevenção é tirar todas as suas dúvidas sobre a doença e a vacinação.


O que vou saber sobre a Vacina contra Sarampo

  • Doença Erradicada?
  • O que é a VASPR?
  • Quando tomar a vacina?
  • Existem reações pós-vacina?
  • Importância da Vacinação

Doença Erradicada?

No Brasil, a doença permanece adormecida, tendo em 2016 recebido o Certificado de Eliminação do Sarampo pela OPAS (Organização Panamericana de Saúde).

Todos os dias surgem novas curas e tratamentos capazes de erradicar vários tipos de doenças, contudo, esta doença contagiosa (que se presumia praticamente erradicada nos paises desenvolvidos), tem manifestado números assustadores em vários pontos do planeta.

Assim torna-se imprescindivel saber mais sobre a doença e a própria vacinação, uma vez que a doença (quando longamente propagada) pode provocar a morte.

O que é a VASPR?

Embora vulgarmente chamada de vacina do sarampo, a VASPR protege os individuos administrados não só do sarampo, mas também da papeira e rubéola. Neste sentido, a vacina é constituida por elementos mais fracos (adormecidos) presentes nos vírus das três doenças.

A vacina é normalmente administrada no músculo do braço ou na parte superior da perna.

Sarampo é uma doença altamente contagiosa causada pelo vírus do sarampo.Os sinais e sintomas iniciais geralmente incluem febre, muitas vezes superior a 40 ºC, tosse, corrimento nasal e olhos inflamados. Ver definição no Wikipédia
Quando tomar a vacina?

A Vacina contra o Sarampo está contida no Calendário Nacional de Imunizações e deve ser tomada por volta dos 15 meses de vida.

Contudo, é aconselhável tomar a 2ºdose por volta dos 18 anos, sendo esta recomendação válida para ambos os sexos.

Independentemente das idades, a vacina pode (e deve) ser administrada quando não se tem a vacinação em dia e/ou histórico de ter contraido a doença anteriormente.
Aquando da exposição ao vírus, a vacina deve ser administrada nas 72 horas posteriores, a fim de impedir a infeção, já que o periodo de incubação só é iniciado por volta dos 7 dias, após contágio.

Existem reações pós-vacina?

As reações pós-vacina são escassas, comparadas com o mal maior de contrair a doença. Estima-se que cerca de 5% dos vacinados podem sentir febre, nos dias seguintes à toma. Uma percentagem inferior refere ter sentido reações alérgicas e irritação cutânea.

Importância da Vacinação

De facto, estudos da OMS demonstram que cerca de 90% dos doentes contagiados, não tinham vacinação em dia. Uma das causas mais propícias ao contágio é, efetivamente, a falta de informação sobre vacinação, e em casos mais extremos, o movimento anti-vacinação.

Nos paises sub-desenvolvidos, é, evidentemente, a falta de informação que origina dramaticamente a larga propagação da doença, levando a números tenebrosos de individuos infetados, e por fim, vitimas mortais.

A Vacinação é ativamente recomendada, não só pela OMS mas também junto de entidades locais, mais próximas da comunidade, como escolas e hospitais.

Movimento Anti-Vacinação

A verdade é que o movimento anti-vacinação foi ativamente divulgado por Trump, posteriormente seguido por muitos. Todavia, veio mais tarde a confirmar-se que se havia baseado num estudo enganoso, patrocinado por organizações anti-vacinas que queriam derrubar a industria farmacêutica.

Hoje em dia, está claramente conprovado que a vacinação é essencial, constituindo a única forma eficaz (e segura) de se proteger contra o Sarampo.

Preencha o Formulário de Contato ao lado ou abaixo e fale com nossa equipe para agendar o seu horário, ou se preferir, Clique Aqui e Converse Conosco no nosso WhatsApp (41) 98855-7307.

 

 

(92 -, 1)